Início > Resumo - Igor > O Chamado do pai de Skaff

O Chamado do pai de Skaff

O paridoni e o chinês continuam discutindo, quando Ilia se intromete, fazendo sua voz ser ouvida pelos dois, mesmo não estando naquele local. Isso ocorre no momento em que Hagen diz que Quang não passa de um mendigo qualquer, e o homem atenta para o fato de que o monge é muito mais do que um simples mendigo, caso não fosse assim, não teria atraído a atenção de Malken, e pede para que Hagen pergunte a Qaung sobre o que lhe aconteceu.
Hagen ignora todos os apelos e volta para a estalagem. Pouco depois disso, os demais decidem ir buscar o corpo de Skaff na estalagem, e enquanto os outros se preocupam com o transporte do corpo, Lauren tenta um último argumento para convencer Hagen. Ela invade o quarto do investigador, e fica ali até ele a escutar. Ela argumenta que ninguém realmente tem “obrigação” de fazer nada, nem mesmo Hagen. Mas assim como ele, nenhum deles tinha obrigação de ir até a Terra dos Pesadelos para o salvar, voltando cheios de seqüelas de lá, só para trazê-lo de volta. Às vezes existe algo além da pura obrigação. E Lauren reforça dizendo “Skaff foi o primeiro a ir atrás de você. Você tem uma divida conosco…”
Hagen não fala nada, e sai do quarto. Ele dirige-se para o cemitério, sem avisar ninguém, e encontra Ilia dentro de um mausoléu que foi preparado para o ritual. O detetive pergunta quem é o mestre de Ilia, e o homem lhe entrega uma carta com o selo de Strahd Von Zarovich, convocando pessoas que possam investigar movimentações estranhas que acontecem em suas terras. O acordo é ir até o fim deste ano ouvir a proposta do Conde da Baróvia. Os demais chegam com o corpo, e após todos aceitarem a condição, Ilia diz que precisará de instrumentos cirúrgicos que podem ser encontrado no sanatório abandonado ao lado do cemitério.

Sendo assim, Quang, Rurik e Lauren vão mais uma vez para dentro do sanatório, e lá são vitimas de um dream spawn que se faz passar pelo irmão gêmeo de Quang Fei. Entretanto, devido à própria situação e pelo comportamento da criatura, fica claro que ele não é quem diz ser, e após um rápido combate, a criatura é posta fora de combate e amarrada (mais tarde o monge retorna ao local e liberta a criatura, que foge para dentro do sanatório). Sem muita dificuldade eles encontram uma maleta com os instrumentos necessários e retornam ao mausoléu.
Ilia então inicia o ritual, limpando o corpo de Skaff e costurando sua cabeça de volta no local. Ele monta a armadura de mithral ao lado do corpo, derramando um pouco de sue próprio sangue sobre esta, que se torna de um tom avermelhado. Ele conversa com o corpo, e abre o peito do paladino, expondo seu coração e retirando o sangue coagulado de dentro com a uma bomba. Nesse momento ele pede o sangue de alguém do grupo, e tanto Quang quanto Hagen se oferecem, mas o monge é o escolhido, pois segundo Ilia ele tem mais a sacrificar (sua pouco usual energia espiritual e sua inocência). Ele abre o peito do monge, a sangue frio, e retira sangue de seu coração, deixando uma horrível cicatriz no peito do chinês. Durante o ritual, Victor começa a desconfiar que Ilia seja um morto-vivo, provavelmente um vampiro. Então, o necromante junta o sangue de Skaff com o de Quang e o seu próprio, assim como a um líquido verde esfumaçante, e injeta no coração do paladino. Pouco após isso, Skaff desperta, sendo chamado da escuridão no além pelo espírito de seu pai.

Anúncios
Categorias:Resumo - Igor
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: