Início > Resumo > Circo nada! Agora somos ciganos!

Circo nada! Agora somos ciganos!

Tudo culpa desses vermelhos!

Camarada Marx estava em mais uma viagem prazerosa com sua tribo de vistanis. A partir de certo ponto ele fez a viagem sozinho (ou não, afinal um corvo familiar também conta), em posição de ‘enviado especial’ para investigar se havia naquela vila pistas sobre o aparecimento de um vistani homem de seis dedos, que teria viajado pelas brumas trazendo um homem de Mordent para a Baróvia, que foi visto viajando com um circo e agora seguia pelas terras de Karthakas.

Camarada Marx não é um jovem tolo e sabe que a maior parte dessas ordens para explorar vilas incivilizadas é pretexto para que o meio-vistani saia de perto do restante. Ele então confirma com uns viajantes estranhos que o circo está por chegar ainda (opps erro de cálculos da viagem pelas brumas… acontece..), avisa seus ‘amigos’ por meio de artifícios arcanos e fica por ali mesmo pensando em se enturmar e viajar pela Terra das Brumas, tirar umas férias sabe?

Mal sabia ele que as pessoas (ou não), não estavam muito receptivas neste dia. Elas discutiam e pareciam ter sido atacadas por algo ha muito pouco tempo. Havia um corpo, gente ferida e animais mortos. Deviam ser os lobos… existem muitos por estas terras. Com relutância (porque vejam só, eles não querem que ele faça magias do mal!) aqueles viajantes estranhos aceitam sua companhia, pelo menos pelo restante da noite, para que cada um “cuide das costas do outro” até que amanheça… porque quando amanhece… ihhh..

Pela manhã os guardas começam a … recolher os suspeitos.

Vão até o acampamento buscar os forasteiros e até a guarda buscar a brux.. a mulher…

Ossos do oficio de Bane!

Ninguém queria ser algemado. Lauren tentou brigar, mas foi convencida de que as algemas combinavam com as acusações de bruxaria. Rurik se deixou algemar porque não fazia diferença mesmo, o cotoco permite muita mobilidade. Os outros fizeram cara feia mas caíram nas amarras. Skaff se livrou.., claro porque ele não estava lá. O novato não entendeu nada, mas estendeu as mãos. O clérigo do Lawguiver exigiu tratamento especial pelo diploma de sacerdote de Bane e conseguiu. Aliás conseguiu até conduzir o julgamento que foi mais ou menos assim:

“Eu queria falar com o guarda que estava de plantão naquela noite. / Você viu luzes no céu certo? E você disse que é bruxaria certo? Você sabe que é bruxaria certo? Então você sabe bruxaria certo? / Não!? Então como você tem certeza que é bruxaria? / Ahhhh! Então agora você não tem mais certeza que foi bruxaria.. certo.. certo..”

Com isso Willian fez o meistsinger da vila rir um pouco. Por isso nos deram cinco dias para trazer alguma prova de que não somos os seqüestradores de crianças. E como foi citado a existência de Harvard, também foi sugerido que uma das provas fosse derrota-lo e traze-lo até a vila. (claro, como se fosse tão fácil…).

Para que todos pudessem andar livres por aí, a carroça com o corpo do pai de Victor foi deixada dentro da vila, como garantia que não iríamos fugir. (Lauren deu uma ajudinha, para castigar os enxeridos com uma tranca bem feita e anzóis bem afiados que vão servir de lição para quem quiser abrir o que não deve).

Enquanto a maioria se embrenhou no mato, Quang e Lauren ficaram na vila para conversar com as pessoas sobre o que está acontecendo.

As crianças disseram que seus amigos apenas desapareceram e convidaram Quang para brincar. (!)
O Meistsinger disse que por volta de 15 a 20 crianças sumiram nos últimos 2 meses. Todas elas saíram para brincar durante o dia e não voltaram “para jantar”. Os pais tentam contê-los em casa, mas as crianças fogem, pulam a cerca que protege o lugar e etc.

Não entro lá nem pagando!

Quer dizer… pagando…

O Próximo passo é falar com os caçadores, que são as pessoas que mais freqüentam a floresta (as trilhas de caça). E/Ou aceitar o convite das crianças para brincar pois…

Rurik encontrou rastros de crianças e os seguiu acompanhado do restante do grupo. A medida que as seguem, todos eles começam a ouvir o canto dos pássaros. Esse canto fica cada vez mais forte, cada vez mais alto, até que gemidos e choros de crianças parecem se misturar a ele. Seguindo a direção do choro e o barulho fica insuportável até culminar num grito tão alto que todos o resto fica em silêncio.
Assustados e com medo de perder a trilha, eles voltam para contar para os que ficaram o que acabaram de presenciar.

Atualmente:
-Reunião na entrada da vila para decidir os novos rumos
-Está por volta da hora do almoço

Anúncios
Categorias:Resumo
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: